Estratégia I+D

Na Ferrer, focamo-nos na identificação de projetos de valor distintivo.

orange

Consideramos que a inovação é uma parte inerente à nossa atividade farmacêutica e sempre mantivemos o nosso compromisso com a procura e o desenvolvimento de novas alternativas terapêuticas que visem responder a necessidades médicas não satisfeitas, gerando valor para o doente, os médicos, os sistemas de saúde e a sociedade.

O objetivo da atividade de I&D da Ferrer é conseguir um portfólio de projetos de valor terapêutico diferencial, equilibrado em termos de risco e grau de inovação, incremental e disruptivo, e que se centre nas duas áreas terapêuticas de enfoque da empresa:

Neste sentido, o objetivo último da atividade da empresa no domínio da I&D é a geração de valor para o doente, sistemas de saúde e sociedade, através da resolução de necessidades médicas não satisfeitas.

Com estes objetivos estratégicos compartilhados e alinhados, a atividade de I&D da empresa é dividida em quatro unidades:

 

R&D Search and Evaluation

R&D Search and Evaluation é o departamento dentro da área de I&D onde se localiza a procura e identificação de novos projetos inovadores, de origem externa ou interna, alinhados com a estratégia de I&D da Ferrer. A avaliação é realizada em estreita colaboração com outros departamentos em equipas transversais. Através da plataforma de recrutamento Ferrer Open, é promovido e facultado o contacto com os atores mais inovadores do ecossistema para atrair e, por vezes, construir conjuntamente soluções terapêuticas de valor acrescentado no âmbito das áreas de especialização da Ferrer: doenças pulmonares, vasculares e intersticiais e doenças neurológicas.

Se você tem um projeto e está procurando desenvolvê-lo em uma aliança, a Ferrer pode ser o parceiro certo para você, então não hesite em nos enviar seu projeto através de nossa plataforma Ferrer Open

R&D Portfolio Management

O departamento R&D Portfolio Management faz a gestão do portfólio de inovação e lidera projetos de I&D com o objetivo de criar, em conjunto, uma I&D mais sustentável, transparente e eficiente. Promove a sustentabilidade, alinhando o portfólio à estratégia de negócios e gerindo a incorporação de novos projetos. Promove a eficiência e transparência na gestão e liderança de projetos de I&D através da coordenação multidisciplinar, do trabalho em equipa, da comunicação e do acompanhamento de marcos e resultados. Dirige o Comité de Incorporação de novos projetos e o Comité de Acompanhamento dos projetos em carteira.

Imagem
Estrategia I+D
Imagem
Estrategia I+D

Saúde digital e tecnologia

Este departamento lidera a inovação em saúde digital, o ponto de convergência entre a tecnologia, a saúde, a prestação de serviços de saúde e a vida em sociedade. Através do programa “Ferrer 4 future”, lançamos desafios ao ecossistema empreendedor e colaboramos com empresas de base tecnológica para os resolver. Em 2020, centrámo-nos em soluções para perturbações neurológicas que ocorrem com alterações do movimento.

 

Alexza

É uma empresa da Ferrer com sede em Mountain View, Califórnia (Estados Unidos), proprietária da plataforma Staccato® para a administração pulmonar de princípios ativos, que permite obter uma cinética idêntica à da administração intravenosa, mas por uma via não invasiva. Os projetos da Alexza geram uma resposta clínica poucos minutos após a administração inalada dos medicamentos e visam o tratamento sintomático agudo de patologias do sistema nervoso central. A Alexza tem vários produtos em desenvolvimento ativo em áreas como a doença de Parkinson e na gastroenterologia, entre outras.

Como funciona o sistema Staccato®

É assim que funciona o sistema Staccato®

O dispositivo Staccato contém um sistema de aquecimento rápido capaz de atingir temperaturas muito altas em apenas 100 milissegundos, de modo que o ingrediente ativo, não formulado, depositado como uma camada fina sobre um substrato de aço inoxidável, é sublimado. Quando o doente faz uma inalação através do sistema Staccato, a superfície do substrato de aço inoxidável é instantaneamente aquecida para criar um aerossol de condensação. O doente inala o ingrediente ativo em partículas cujo tamanho lhes permite atingir as áreas mais profundas e vascularizadas do pulmão. Desta forma, consegue-se uma absorção rápida e completa na corrente sanguínea.

orange
right

Produtos em desenvolvimento

 

pipeline ingles

O projeto FNP 002 no campo da epilepsia foi licenciado para a UCB.

 

 

Alianças e colaborações

 

O compromisso constante de Ferrer com a inovação significa que uma estratégia de alianças e colaboração com órgãos públicos de pesquisa e empresas de biotecnologia de prestígio é essencial.

ADVANCE (CAT)

 

ADVANCE (CAT) é um consórcio liderado pela Universidade de Barcelona e Ferrer, composto por dezoito organizações de saúde de referência. Como tal, integra os principais centros de investigação e ensino biomédicos da Catalunha, bem como entidades públicas, fundações privadas e empresas de saúde catalãs.

O objetivo do projeto ADVANCECAT é criar uma estrutura organizacional para acelerar o desenvolvimento de novos medicamentos de terapia avançada, para uma melhor gestão dos recursos a fim de obter o máximo benefício do sistema de saúde catalão. A criação de uma nova rede colaborativa evita possíveis sobreposições entre as várias instituições participantes e permite-lhes trabalhar de forma coordenada. As principais áreas de foco são terapia celular, terapia genética e engenharia de tecidos.

O sucesso chave do projeto tem sido a integração de organizações no campo da pesquisa biomédica, sua aplicação clínica e sua produção industrial. Juntos, pontos fortes e oportunidades foram identificados para enfrentar os desafios apresentados no campo das terapias avançadas, melhorar a pesquisa e acelerar o desenvolvimento de novos produtos com um impacto qualitativo nos sistemas de saúde. Estes servem de base para a promoção de novas oportunidades econômicas na Catalunha. Entre os resultados mais importantes de todo o projeto estão os 8 ensaios clínicos de Fase I e II de terapias avançadas que foram ou estão sendo realizados, nos quais 171 pacientes foram tratados. Além disso, 32 artigos foram publicados em periódicos internacionais e 3 estão pendentes de aprovação.

Organizações que fazem parte do projeto ADVANCECAT:
Universidade de Barcelona (líder), Ferrer (co-líder), Banc de Sang i Teixits, Barcelona Macula Foundation, Bioibérica SA, Butler Scientifics SL, Centro de Medicina Regenerativa de Barcelona, ​​Fundació Bosch i Gimpera, FC Barcelona Universitas - Muscletech Network, Fundació Hospital Universitari Vall d'Hebron - Institut de Recerca, Fundació Institut de Bioenginyeria de Catalunya, Fundació Institut d'Investigacions en Ciències de la Salut Germans Trias i Pujol, Fundació Institut de Recerca de l'Hospital de la Santa Creu i Sant Pau, Fundació Leitat - Muscletech Network, Institut d'Investigació Biomédica August Pi i Sunyer, Institut d'Investigació Biomédica de Bellvitge, Tecnologia Regenerativa Qrem, i Universitat Autònoma de Barcelona.

O projeto está integrado na comunidade NEXTHEALTH e foi cofinanciado pela União Europeia no âmbito do Programa Operacional Catalunha 2014-2020 do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER).

  UNIÓN EUROPEA – FONDO EUROPEO DE DESARROLLO REGIONALUNIÓN EUROPEA – FONDO EUROPEO DE DESARROLLO REGIONAL

Última modificação
29/07/2021